radialx 2012

A cada dois anos o RadiaLx congrega um conjunto internacional de artistas inovadores e apresenta vários dias de emissões de rádio, intervenções e performances. Sob o mote "novas e esquecidas formas de fazer rádio", o evento surgiu da necessidade de debater e alargar as ideias relacionadas com a rádio enquanto catalizador social, cruzando a necessidade de encontrar acções e narrativas alternativas, assim como alcançar uma voz mais plural e participativa neste meio.

A quarta edição apresenta várias emissões e projectos de rádio e estabelece uma plataforma de discussão sobre a diversidade deste meio. Esperamos que este evento espelhe as várias possibilidades e transformações da rádio, desde nóveis formas de explorar a tecnologia e a comunicação, como abrir o seu uso pelas às vezes silenciadas vozes da nossa sociedade.

Além do nosso estúdio no IST, esta edição do festival inclui novos parceiros que partilham do nosso entusiasmo pela rádio criativa, e oferecem locais tão inspiradores como o Jardim da Estrela, a Galeria Boavista e a Flausina. E nada disto seria possível sem a colaboração de todos os artistas, músicos e produtores que participam no festival e a quem deixamos o nosso agradecimento.

rádio zero

A Rádio Zero surgiu em 2006 da reformulação da Rádio Interna do Instituto Superior Técnico. Desde então o seu modus operandi tem sido o acesso sem restrições ao meio da radiodifusão, promovendo a participação da sociedade na criação de conteúdos de natureza comunitária. É também um polo agregador de colaborações, com a utilização e criação de ferramentas tecnológicas de acesso livre. A natureza particular da Rádio Zero coloca-a em redes internacionais que identificam a rádio não apenas como um meio de difusão, mas também como uma ferramenta de criação e espaço de sem fronteiras, promovendo a produção de obras de arte que utilizam os meios da rádio. Para além de fomentar estes projectos, a Rádio Zero interage e intervém no mundo real. Ao deslocar-se em unidades móveis pode instalar-se temporariamente em locais diversos em ligação a eventos que promovam a rádio enquanto veículo de participação. O seu manifesto fundador destaca a importância do papel do formato de autor. Esta confiança no "autor", no sentido da autonomia que o termo sugere, distancia-a da esfera comercial ou de qualquer outro formato que não o verdadeiro sentido de rádio comunitária - um lugar tão esquecido que não tem sequer consagração legal em Portugal. Estas linhas definem para a Rádio Zero os valores que, se não directamente ontológicos, sustentam uma mensagem-intervenção que pretende estabelecer uma acção criativa e inovadora, sintonizada com a própria ideia de distribuição.

previous editions

2010

2008

2006




recent projects

/radioreal

/futureplaces

Download do comunicado de Imprensa

SIGA O RADIALX